Um novo ciclo: O processo de cura

Há alguns anos venho estudando e praticando cada dia mais movimento.


Ainda é bem complexo tentar definir o que seria esse tipo de prática, quanto mais estudo, mais percebo o quão complexo é, a ponto de alguns momentos chegar a confundir o que é prática de movimento e o que é prática de vida. No atual momento, estou iniciando um novo ciclo em minha vida, curando literalmente meu corpo, não só no pilar físico, mas em todos os quatro pilares de evolução do ser humano: físico, mental, emocional e espiritual.


No pilar físico, passo por uma espécia de desconstrução estrutural, colocando em prática alguns conceitos incríveis. Por exemplo, para me motivar a manter uma rotina de treinos, decidi que quero melhorar minha parada de mão, popularmente conhecido como "plantar bananeira". A primeira meta é conseguir sustentar essa posição, com um bom alinhamento corporal, e de forma mais controlada possível, sem deslocamento ou desequilíbrio, por longos 60 segundos. Até hoje, enquanto escrevo, o máximo que consegui foram 30 segundos, e agarrado nessa fase. Para isso venho usando de alguns práticas que tem me ajudado muito, e até um certo ponto assustando também (rs). Ondas de coluna. Que prática incrível.


Como somos duros, e me atrevo a dizer que essa dureza toda parte da nossa coluna. Já parou pra pensar que nossa coluna é composta por vários vértebras, e entre as vértebras, temos discos, e isso torna possível a movimentação voluntária de cada vértebra? Pois então, é disso que se trata as ondas de colunas, mover de forma consciente, todas as vértebras, para os mais variados sentidos possíveis. É simplesmente incrível, eu poderia escrever por horas cada experiência que venho tendo com essa prática, mas te convido a praticar. Lá no canal tem umas dicas de como iniciar essa prática.


Nesse momento é possível notar como as práticas se confundem. Como pode mexer tanto com nossa mente, lidar com as frustrações de praticar, praticar, cair, levantar, tentar de novo, e no outro dia conseguir no máximo 20 segundos. Como que as emoções influencia em um dia de treino, na rigidez da coluna, como o estado de espirito, a prática de estar presente no momento presente, estar realmente presente durante a prática, como tudo isso influencia na qualidade e no rendimento de uma sessão de treinamento.


Talvez tenha conseguido mostrar como prática de movimento e prática de vida se confundem, ou então tenha conseguido complicar ainda mais. E em ambas as situações, está tudo bem, nem eu entendo muito bem, as vezes parece tão claro, mas dura até a próxima tentativa de ficar em parada de mão novamente.


Fiz um treino de força para puxadas e empurradas, alguns "skin the cat" alguns segundo de isometria para o core e uns floreios de capoeira. Além disso, fiz compras, algumas verduras, legumes, algumas frutas. Fiquei bem feliz, não consegui comprar tudo na quitanda, então tive que entrar no mercado, mas não desviei o foco, nada de industrializados, nada de passar pelas "gôndulas das mentiras". Cada dia que passa, vou tentando manter a alimentação mais limpa possível, sem nóia, de forma consciente.


Uma outra prática diária, jejum, é libertador, prático, e tem feito um bem danado, mas isso será assunto para um próximo momento, por hoje é isso.


Sobre esse ciclo de cura, estou fazendo alguns registros em forma de uma websérie em meu canal no Youtube, CLICANDO AQUI, você será direcionado diretamente.


Um beijo no coração, tudo de bom.


Fica na paz!


Brau Reis.

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Você é direito ou esquerdo?

Um belo dia, estava eu fazendo minha caminhada matinal, e me veio uma reflexão na cabeça. Em meio ao momento turbulento que estamos passando, principalmente no cenário político de uma forma geral, o q